Hoje tem post democrático! Coque: passo a passo e inspirações para o verão!


Hoje tem post democrático! Cabelos... O que fazer com eles nessa temporada de calor? A salvação para as nucas nessa estação é o tão conhecido das nossas avós, os coques!
O coque é o tipo de penteado que serve para todo tipo de corpo! Seja você gordinha, ou magrinha, ele servirá para aqueles dias de calor ou até mesmo aqueles dias que não queremos arrumar o cabelo, com escovas, chapinhas ou babyliss.
Prático, rápido e super bonito, você estará arrumada para ir em qualquer lugar!

Pesquisando os modelos mais atuais de coques, trouxe algumas inspirações para vocês!


Coque de Bailarina é o mais tradicional de todos e o mais fácil de fazer. Para ele não ficar muito grudado na cabeça é bacana pegar um pente fino e levantar um pouco a parte da frente, dá um ar de sofisticação e fica super delicado!




Como fazer:





Coque escondido – Essa é outra modalidade de coque e serve para aquelas ocasiões que precisam de um penteado mais elaborado.






Como fazer:




















Coque de roscaEsse é o coque mais moderno de todos! Vemos ele com frequência nas redes sociais e ele faz sucesso não só aqui no Brasil, mas na gringa tb!







Como fazer:






















Coque de lado – Despojado e com um toque retrô! Umas das tendências para o verão. 






Como fazer:























Coque com laço – Nesse você fica com carinha de boneca, além do ar delicado e romântico. 








Como fazer:






E ai gostaram? 

Beijinhos! 

Fotos e inspiração - serplussize.blogspot.com.br e capricho.abril.com.br

Vício! Tendências primavera/verão - SAPATOS!


Sapatos... O que dizer sobre eles?! Para mulher dificilmente existirá uma compra tão prazerosa quanto esse acessório indispensável para estarmos sempre poderosas e mudar a aparência dos looks que usamos diariamente.
Resolvi postar para vocês o que estará em alta para primavera/verão de 2014. 

Mostrarei alguns modelos que foram destaques no São Paulo Fashion Week!

Nesse verão, o foco apresentado no SPFW foram as sandálias e sapatos mais abertos com saltos médios. Os saltos não são necessariamente quadrados, hoje em dia podemos apostar em diversos modelos,  inclusive os que as marcas, Osklen, Triton e Colcci levaram para o desfile. Mostraram a transformação dos formatos para deixarem em alta o nosso conforto, ou seja, sentir dor está fora de moda!


Salto Médio - Foto Agência Fotosite

Tanto a dor está fora de moda que os sapatos com salto alto quase não apareceram nos desfiles, mas mesmo assim vou mostrar um pouco dos que deram as “caras” por lá. Saltos quadrados, high-heel fechadinho, alguns com a parte de trás aberta e os dedos para fora cobrindo apenas o peito do pé. 

High  Heel - Foto Agência Fotosite

Sou suspeita para falar dela! Plataforma! Sendo gordinha, o salto que mais se adapta comigo é esse sem dúvidas. Ainda bem ele estava presente junto com a Anabela nos desfiles.  Foram destaques as brancas e estilo rock and roll.

Plataforma e Anabela - Foto Agência Fotosite

Sabe aquela sandália que antigamente usávamos mais em casamento? Com tirinhas bem fininhas? Então, ela será tendência para o verão, todas as que deixam o pé bem a mostra, seja com salto ou apenas uma simples rasteirinha. O importante é ficar com a cara do verão! 

Sandálias e Rasteirinha - Foto Agência Fotosite
Que mulher não gosta de se sentir elegante? Quando queremos arrasar corações sempre apostamos em um belo scarpin! Para esse verão, não precisaremos guarda-los no armário, pois será uma super tendência e ainda por cima com pedraria, fitas, bico bem fininho e alguns com o acabamento acetinado.

Scarpin - Foto Agência Fotosite
Sapatos masculinos para mulher. Conhecidos como Oxford femininos, foi ele o queridinho dos estilistas! Atualmente vemos várias mulheres despojadas usando esses sapatinhos com calças mais curtas que dão um toque de modernidade no look. Na passarela, vimos muitos modelos de plástico, estilo chuteira e os clássicos. 

Oxford - Foto Agência Fotosite

Prontas para arrasar nessa primavera/verão??

Beijocas!

Comportamento: Como você se enxerga hoje? Como você acha que as pessoas te veem?

É muito comum na vida de uma pessoa gordinha ouvir a seguinte frase “nossa você é tão bonita, só falta emagrecer um pouquinho...” ou “você tem um rosto tão lindo, se emagrecesse, ficaria linda!”.
Qual é o parâmetro de beleza das pessoas? Como elas realmente se enxergam? Como nós nos enxergamos?
Como as criticas com nós mesmos nos ajuda a alcançar a plena felicidade?
Como você se enxerga hoje? Como você acha que as pessoas te veem?
Recentemente eu assisti a um vídeo muito inspirador e o trouxe para compartilhar com vocês.


Dove - Retratos da Real Beleza
  
Precisamos tentar nos olhar como os outros nos olham. O que as pessoas veem quando falam com você?
Já te elogiaram em um dia que estava se sentindo um trapo? O que será que pessoa que te elogiou viu em você naquele momento?
As pessoas são constantemente levadas a acreditar que não são belas o suficiente. Existe um padrão na mente de cada um e esse padrão nos leva a ver defeitos em nós mesmos...
Mas será que realmente somos feios por estarmos fora daquele padrão?
Entendam, isso não é apenas reflexão de uma gorda, mas é a visão que está na cabeça da maioria das pessoas. Tanto está que vire e mexe os comentários acima são realizados, vemos pessoas modificando seus corpos com cirurgias desnecessárias, correndo risco de vida tomando remédios para alcançar o tal corpo perfeito...
Esse vídeo mostra como é importante pararmos por um momento e tentarmos nos olhar como realmente somos. Sem máscaras, sem modelos, sem padrões.
 Apenas nos olhar e conseguir ver a beleza natural que temos. Sim meus caros leitores, a beleza natural QUE TODOS NÓS TEMOS.
Tire alguns minutos no dia de hoje e se olhe bem no espelho deixando todos os padrões e preconceitos de lado. O que você enxerga?

Garanto que depois desse vídeo, você conseguirá enxergar além daquilo que considera como defeitos em si mesmo. 



Beijinhos...

Resenha: B.B. Cream - Creme Milagroso - 5 em 1 L'Oréal Paris

Comprei há pouco tempo o BB Cream da Maybelline e não gostei da textura que ele deixou na minha pele. 
Estou acostumada a usar BB antes da maquiagem, por causa do protetor solar. Após a decepção com o da Maybelline, comprei o da Quem disse, Berenice? e assim como o da Maybelline, tive a sensação que ele deixou a minha pele levemente oleosa.
Recebi indicações para apostar na qualidade do BB Cream da L’Oréal - Creme milagroso e resolvi experimenta-lo.
A marca diz que a versão 5 em 1 foi criada especialmente para a pele das brasileiras, trazendo o conforto de usar um produto completamente livre de óleo, em um país com o clima relativamente úmido e quente. Ainda mais para quem tem pré-disposição a ter uma pele oleosa.


Essas especificações do produto me chamaram a atenção e resolvi compra-lo. Essa linha possui apenas dois tons, o claro e o médio e jurava que a minha cor seria a média, pois todas as bases e os corretivos que uso são, mas me enganei. O produto ficou um tom mais escuro que a cor da minha pele. Toda vez que vou usa-lo, passo no pescoço e no peitoral para ficar uniforme. Ou seja, se você utiliza normalmente o tom médio em maquiagens, já fica a dica que será necessário investir no tom mais claro que a linha oferece.
Ele é um produto bem levinho, fluído e possui cinco benefícios para a pele:
  1. Hidrata
  2. Uniformiza a pele
  3. Suaviza as imperfeições
  4. Protege dos raios UV - FPS20
  5. Possui ação antibrilho

Para quem tem manchas claras na pele, poros dilatados e leves olheiras e deseja um produto que deixe a pele uniforme e bonita, parecendo que está sem maquiagem, será um produto perfeito.
Agora, quem possui manchas mais escuras ou olheiras profundas, vai precisar de um corretivo antes do BB para ajudar.
Ele fica com o acabamento opaco na pele. É um dos produtos mais sequinhos que já usei e ainda tem um grande benefício, a fixação (dura o dia todo na pele).

O que a marca diz:

“Um produto completo: Em 1 só gesto, 5 benefícios para uma pele perfeita imediatamente.

Sua exclusiva fórmula oil-free, com ação antibrilho, foi especialmente desenvolvida para todos os tipos de pele, inclusive para pele oleosa. Enriquecida com pigmentos minerais, minimiza a aparência dos poros de forma eficaz corrigindo imediatamente as imperfeições da pele. Sua agradável textura de rápida absorção e um leve toque de cor deixa a pele radiante e uniforme, com acabamento natural.”

O ideal é ser aplicado com os dedos, pois o calor da mão ajuda a espalhar melhor o produto. 

Comprei ele em uma loja de maquiagem e custou R$ 29,90. O preço pode variar de região para região, mas acredito que não sairá dessa faixa. 

Estou apaixonada por ele e usando diariamente. 


Ótima dica né? 

Beijinhos!

Fica a Dica! - O que rolou na 7ª Edição do Bazar Pop Plus Size!

BAZAR POP PLUS SIZE REÚNE 350 FASHIONISTAS NO BYOB, NA RUA OSCAR FREIRE


Cerca de 350 mulheres circularam pelo Bazar POP Plus Size realizado no último sábado no Apartamento BYOB, na Rua Oscar Freire, 2298, em São Paulo. Com participação de 14 marcas de moda e 3 de gastronomia, o bazar recebeu consumidoras da Capital, interior, litoral e até de outros estados. E entre as marcas, confecções de Londrina, Porto Alegre e Belo Horizonte.



 Para Fernanda Kitamura, uma das sócias da loja virtual Santa Bela, o BPPS foi uma oportunidade de conhecer pessoalmente algumas clientes e entender as dificuldades na busca por novos produtos. “Já estamos cheias de ideias ‘no forno’ para o próximo bazar. Queremos muito que esse evento cresça a cada edição pois ele reúne pessoas que em muitas ocasiões não se sentem confortáveis em determinados ambientes, totalmente à vontade, sorrindo, em um ambiente super alto-astral e amigável”, disse a empreendedora.

“Este foi o bazar mais próximo do conceito que eu idealizei, um evento com informação de moda e qualidade para agradar diferentes tipos de mulher plus size, desde a fashionista até a mais alternativa”, disse Flávia Durante, criadora do Bazar POP Plus Size. “O bazar tem incentivado a produção de uma moda plus size mais variada e é sempre muito gratificante ouvir de mulheres coisas como “é a primeira vez que encontro roupas que representem o meu estilo de vida”.


Participaram da sétima edição:

Melinde Brasil (moda feminina)
Chica Bolacha (moda jovem)
Flaminga (multimarcas)
Morisco (lingerie)
Déia Fitness (moda fitness)
Oh!Querida (moda jovem)
UPSY (moda retrô)
Eslovenia Leggings (leggings descoladas)
Santa Bela (moda feminina)
Lollaboo (moda jovem)
Quarto d'Avó (corsets e rock wear)
A Phina (moda básica)
Ela Desfila (moda feminina)
Déborah Lopes Consultoria de Beleza (maquiagem e cosméticos), 
Torteria Carolita (gastronomia)
Doce Fofura (gastronomia).

Em breve, a produção do Bazar POP Plus Size pretende levar o evento para outras cidades do Brasil!



Vamos ficar atentos as oportunidades, né?

Beijinhos!

Vamos falar de lingerie plus size?

Quando nós gordinhas tocamos no assunto lingerie, a primeira coisa que vem na cabeça de muitos é a calcinha enorme da vovó, bem antiga e que não valorizam nada o corpo da mulher.
O mundo mudou e com ele mudaram também os nossos hábitos.
Muitas marcas de lingerie evoluíram e disponibilizaram em suas lojas lingeries voltadas para as consumidoras mais avantajadas, com peças que valorizam o corpo, com conforto e a modelagem certinha das nossas curvas.
Saber escolher um modelo de lingerie para comprar, também é muito importante.
Aqui no Brasil por conta da miscigenação, nossos corpos dificilmente se adequam aos conjuntos de sutiã e calcinha do mesmo tamanho. Posso dizer por mim que uso um numero para o sutiã e outro para a calcinha.
Quando compramos sutiã, precisamos investir naqueles que tenham alças mais largas por causa da sustentação que proporcionará sem deixar de mencionar o maior conforto.


Agora, se você é uma gordinha que possui pouco seio, invista nos sutiãs que tenham enchimento, pois esses farão seus seios parecer maiores e, além disso, os fará ficar mais juntos, dando maior firmeza e sustentação, equilibrando assim com o tamanho do quadril.


Já para aquelas que possuem bumbum avantajado a dica é calcinha fio dental, ou aquelas que têm uns três dedos de largura na lateral, pois essas não marcam e, são confortáveis, além de te deixarem mais sensual.



Vamos abusar do que o mercado vem nos proporcionando, unindo peças confortáveis e sensuais.
A única coisa que não encontro com facilidade aqui no mercado brasileiro é meia calça tamanho grande. Geralmente as linhas fabricam até o 52/54 e aquelas que vestem de 56 para frente, não conseguem achar aqui... Sobra apenas a opção de comprar fora do país.
O jeito é sensualizar com uma 7/8 mesmo!haha



Gostaram?

Beijinhos!

Novidade! New York Fashion Week com Desfile Plus Size

Terminou ontem (12) a semana mais badalada de moda em Nova York, que trouxe nesta edição coleções para o verão, com uma super novidade em sua abertura!
A grife Cabiria da estilista Eden Miller prometeu levar modelos com o manequim maior que o 38 para as passarelas do evento e para nossa satisfação e ela realmente cumpriu!
Outras marcas também fizeram história ao integrar  modelos plus size nas passarelas durante a semana de moda, exemplo da Zana Bayne, que já vestiu celebridades como Madonna e Lady Gaga, fez seu desfile com várias modelos plus size, incluindo Gia Geneiveve, TOP no segmento, conhecida mundialmente. E a Chroma, que abriu seu desfile com a modelo Denise Bidot.

NYFW - TOP Gia Geneiveve grife Zana Bayne

NYFW - TOP Denise Bidot grife Chromat de Lingeries 
























A estilista da Cabiria, comentou antes do desfile como estava animada e com o peso da responsabilidade de estrear no calendário de moda internacional, sendo a primeira vez de uma marca plus size em um evento como esse de repercussão mundial, “Estou muito feliz. Eles gostaram do meu trabalho, não importando se ele era para mulheres maiores, mas isso fez de mim a primeira a desfilar uma coleção plus size...", comemorou em entrevista ao site Fashionista.


"Mesmo existindo muitas peças de grande qualidade no mercado, nunca foram mostradas numa semana de moda convencional. Então há uma certa pressão para mostrar que ainda é alta moda", justifica, ansiosa.

A estilista levou para a passarela peças para o verão, fresquinhas, leves e muito coloridas em tamanhos grandes.



O segmento de moda plus size está crescendo cada vez mais e há quem diga que de tempos em tempos os números de manequim que antes eram considerados como de mulheres normais, veem sendo enquadrados como plus size, exatamente como aconteceu com os números 44 e 46.


Opiniões a parte, o mundo está começando a nos enxergar e a depositar recursos em um mercado com grande público e pode-se dizer que ainda com pouco investimento em comparação com o número de mulheres que vestem acima do 44. 

E ai minhas queridas e meus queridos, o que acharam dessas novas notícias?
Sem dúvidas um grande avanço no mundo plus!

Beijinhos!

O que é que o detox tem?!

O que é que o detox tem?!
Além de ajudar o intestino, o fígado, o cabelo e as unhas fracas, ele dá uma ajudinha na balança!
Quem me conhece sabe que sou gordinha SIM e não tenho vergonha do meu corpo.
Procuro estar sempre bem com meu corpo para sempre me sentir disposta.
Faço academia todos os dias e durante a semana procuro fazer uma alimentação mais regrada.
Há pouco tempo vi em uma reportagem os benefícios do suco verde – Detox e comecei a toma-lo todos os dias em jejum assim que levanto.
Tenho problema de reniti e bronquite, mas depois que comecei a tomar essa mistura de ingredientes que falarei a seguir, tudo melhorou! Quando digo TUDO é TUDO mesmo!



A receita é simples e super fácil de preparar:

- 1 folha de couve
- 2 limões espremidos
- 250ml de água de coco

Bater no liquidificador e servir sem coar.

Estou tomando esse suco a quase um mês e melhorei muito das doenças respiratórias (não pesquisei se algum desses ingredientes tem algum ativo que beneficie nesses casos, mas comigo tem funcionado), a pele está viçosa e meu intestino um reloginho!
O suco ajuda a eliminar as toxinas do corpo (agrotóxicos, poluição do ar, conservantes e metais pesados).

Pode-se dizer que a couve é o ingrediente principal, pois ela é fonte de minerais, magnésio e clorofila que é muito importante para fazer essa “limpeza” no nosso organismo.

Agora a água de coco é imprescindível, pois além de ajudar no sabor do suco (pois é ela quem adocica o limão), é fonte de minerais.

Estou amando tomar detox todos os dias de manhã, apenas não recomendo a pessoas que tem problemas estomacais de ulceras ou gastrite, pois com o suco de dois limões em jejum, poderia prejudicar.

Para todos os casos é importante consultar um nutricionista, pois ele saberá o que você poderá tomar ou até acrescentar ingredientes que te ajudarão (por exemplo, acrescentar a maçã na receita, pois ela possui ação anti-inflamatória).

Enfim, espero que tenham gostado da dica!


Beijinhos!

Fica a Dica! - 7ª EDIÇÃO DO BAZAR POP PLUS SIZE

7ª EDIÇÃO DO BAZAR POP PLUS SIZE ACONTECE DIA 13 DE SETEMBRO NO APARTAMENTO BYOB, EM SÃO PAULO!

Tá ai, se você está a procura de ótimas oportunidades com preços acessíveis e roupas de ótima qualidade, veja essa dica!

No endereço mais badalado de São Paulo, Rua Oscar Freire, no dia 13 de setembro acontecerá a 7ª Edição do Bazar POP Plus Size, que traz como em todos os anos a variedade de moda casual, fitness, lingerie, acessórios, beleza e gastronomia.



É incrível como antigamente tínhamos grandes dificuldades de encontrarmos peças bacanas, estilosas e com ótimo caimento.
De olho nessas dificuldades a jornalista e DJ Flávia Durante teve a ideia de reunir diversas marcas plus size que já conhecia e buscar novidades no mercado para poder nos presentear com esse escape fashion!

As marcas convidadas aceitaram de imediato a participarem desse mega evento. “Há mais de 15 anos desenvolvemos produtos de moda íntima para as mulheres plus size, nossos modelos com numeração 56 seguem o mesmo corte e inspiração dos modelos de tamanho 40, com as mesmas rendas, transparências e cores. Essa será nossa primeira vez no Bazar Pop Plus Size, queremos que todas as mulheres possam se sentir sexy e atraente, seja qual for o seu manequim”, conta Gabriela Zaborowsky, da marca Morisco Lingerie.

Algumas marcas atualmente apostam nesse universo plus, mas não é sempre que as coleções se alinham com as ultimas tendências de moda. “Não há como negar que o mercado de moda plus size evoluiu muito nos últimos anos, mas quem não tem um perfil mais clássico ou romântico ainda tem dificuldade de encontrar roupas no seu estilo”, diz Flávia Durante.

No Brasil, o mercado plus movimenta por ano R$ 4,5 bilhões, cerca de 5% do faturamento total do setor de vestuário em geral, que hoje ultrapassa os R$ 90 bilhões, segundo a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest). “Nós já tivemos mais de 1.500 visitantes ao longo das edições, isso mostra como o bazar vem suprindo as necessidades do público “Fat Money”, que é carente de novidades”, completa Flávia.
As marcas confirmadas para esse dia são:
Chica Bolacha (moda jovem) www.facebook.com/lojachicabolacha
Déborah Lopes Consultoria de Beleza (maquiagem e cosméticos)
Deia Fitness (moda fitness) www.facebook.com/deiafitness
Doce Gula Gourmet (gastronomia) www.facebook.com/docegulasr
Ela Desfila Plus Size (moda feminina) www.facebook.com/eladesfilamodafeminina
Es.love.nia (leggings descoladas) www.facebook.com/esloveniain
Flaminga Plus Size (multimarcas) www.facebook.com/flamingaplussize
Lollaboo (moda jovem) www.facebook.com/lojalollaboo
Melinde (moda feminina) www.facebook.com/melindebr
Morisco (lingerie) www.morisco.com.br
Oh!Querida (moda jovem) www.ohquerida.com.br
A Phina (moda básica)
Quarto d’ Avó (corsets) www.facebook.com/quartodavo
Santa Bela (moda feminina) www.facebook.com/santabela
Torteria Carolita (gastronomia) www.facebook.com/torteriacarolita
Upsy (moda retrô) www.facebook.com/UPSYBH


7º Bazar POP Plus Size @ Apartamento BYOB - São Paulo/SP

Data: 13 de setembro (sábado), das 11h às 19h 
Rua Oscar Freire, 2298 (próximo Metrô Sumaré) 
Entrada: R$ 5,00 (somente em dinheiro)
Formas de pagamento: cartões de débito e crédito, cheque e dinheiro, de acordo com a disponibilidade de cada marca. 




Bora conferir as melhores novidades de moda plus do Brasil?!


Beijinhos! 

Comportamento: Os chocolates, a metafísica e a patrulha contra os gordos

Definitivamente um dos melhores textos que já li, que explica exatamente como me sinto em casa, no meio dos meus familiares e como me sinto na rua, no meio dos olhares daqueles que julgam e não respeitam as diferenças dos outros.
Trouxe essa pérola para vocês meus lindos leitores, pois irão com toda certeza do mundo se identificar com o que o Matheus Pichonelli do site cartacapital.com.br escreveu.

Leia até o fim vai valer a pena!


“Quem assistiu ao filme Paraíso, de Mariana Chenillo, sabe o que o escritor Michael Pollan quer dizer quando analisa a diferença entre comer comida e comer nutrientes na sociedade atual. Meio drama, meio comédia, o filme produzido por Gael Garcia Bernal é um retrato bem acabado das ansiedades do nosso tempo. Conta a história de um casal que vive de fato no paraíso até resolver se mudar para a cidade grande e se deparar com uma espécie de pecado original. Até ali, um parece feito para o outro: são companheiros, saem para dançar, têm uma vida sexual ativa, compartilham os mesmos hábitos e gostos e chamam um ao outro de Gordo e Gorda.
Isso não parece ser um problema até conhecerem, em uma festa, os novos amigos da nova empresa de Alfredo (Andrés Almeida), um banco sediado na Cidade do México. No evento, Carmen (Daniela Rincón) se depara com outro tipo de etiqueta: as mulheres são magérrimas, usam sempre vestido escuro (o dela é azul), têm cabelos longos e lisos e cravam o chão com sapatos de salto agulha como se andassem sobre algodão. Ao entrar no banheiro, ela ouve a conversa entre duas colegas do marido, que juram ter sentido nojo ao ver o tamanho do casal. “Já imaginou os dois transando?”, diz uma, entre risos. A outra fulmina: eles parecem ter saído de um quadro de Fernando Botero.
Ao testemunhar o diálogo, Carmen descobre o horror. Passa a não sair mais de casa e desenvolve uma obsessão pelo próprio peso, alvo de fuxico e rejeição no novo círculo social. Mergulha assim em um mercado patrulheiro do peso, adepto de táticas motivacionais que transformam as metas de emagrecimento em uma questão moral. No mundo contemporâneo, mostra a cineasta, o peso e a relação com a comida são duas entre outas tantas métricas criadas para dividir a humanidade entre vencedores e vencidos.
Em casa, Carmen tenta implementar novos hábitos alimentares. E convence o marido a acompanha-la no sacrifício. Ele reluta, mas aceita e se empolga. Resultado: ele emagrece, ela não. E quanto menos ela emagrece, mais se culpa, mais se angustia, mais se esconde...e mais ela come.
Carmen, a personagem de Daniela Rincón no filme Paraíso
A mudança de hábitos provoca estragos consideráveis naquela casa. Ao deixar de sentar na mesma mesa e compartilhar os mesmos alimentos, o casal passa a se distanciar. A falar outra língua. A criar áreas de atrito até então inexistentes.
O filme, de alguma maneira, mostra que o prato levado à mesa não é só um prato. É uma espécie de catalisador das dores ou das delícias ao redor. Em nosso circulo social é preciso, como na música, saber da piscina, da margarina, da carolina, da gasolina; é preciso saber inglês, o que sabemos e o que não sabemos mais. E é preciso calcular níveis de nutrientes e antioxidantes e entrar numa espiral de paranoia para ter uma vida amarrada e...saudável. Saudável? Sim, em nome desse conceito e de um peso dito ideal, tão autoritário quanto inalcançável, muitos aceitam praticar um exercício de automutilação cada vez mais comum. Tomamos comprimidos para não sentir fome, shakes emagrecedores para substituir a refeição e nos entupimos de porcariazinhas sem gosto ao longo dos dias para não chegar em casa com a tentação de subir ao paraíso pelo garfo de espaguete.
Quando isso acontece, dormimos mal – muitos só encontram alívio com o dedo indicador do refluxo gástrico. E nos deparamos cada vez mais com controles internos e eternos, que começam no programa de estúdio com cores amenas na tevê e terminam na fila do fasto food. Por isso sentamos à mesa e ouvimos dos acompanhantes: “você vai MESMO comer isso?”.
É uma condenação semelhante à enfrentada pelo ato sexual em outros séculos: só pode se for bem comportado – e, em nome disso, substituímos a experiência do prazer pela urgência da dor, da culpa, do compromisso. Pois o prazer de se sentar à mesa passa pelo mesmo processo. É como abrir mão do orgasmo para viver como meras entidades reprodutivas.
Em sua passagem ao Brasil, Michael Pollan concedeu uma série de entrevistas a respeito da nossa relação com os alimentos, tema de seu mais recente livro. Em uma delas, para a revista Vila Cultural, o escritor americano fez uma série de alertas sobre nossa “compreensão superficial” da comida, hoje relacionada a combustível, energia ou entretenimento – e sobre a qual as receitas de sucesso do momento criam relação direta com o tempo (“Cozinhe em cinco minutos”, “Perca 5kg em dois dias”, etc).
Uma aparente contradição desses tempos, defende o autor, é que as dietas da moda são incentivadas pela própria indústria alimentícia, que usa promessas de benefícios para a saúde e, no fim, nos leva a comer cada vez mais. Isso só demostra uma coisa: no meio da patrulha, ficamos simplesmente alienados em relação ao que comemos – e ao modo como comemos e ao impacto que esse modo produz nas nossas relações sociais, como mostra o filme de Mariana Chenillo.
“Hoje, quando vemos a promessa em um menu de que determinada comida tem poucos carboidratos, automaticamente pensamos que se trata de comida saudável e, assim, podemos comer maiores quantidades. As pessoas acabam comendo compulsivamente. Comem um excesso de ‘comidas saudáveis’. A obsessão com os nutrientes é uma receita para desenvolver ansiedade de comer, e ficar preocupado o tempo todo não é bom para a saúde. Comemos comida, e não nutrientes”.
As palavras do autor americano me levaram a visualizar os personagens dessa patrulha (a maioria entre sorrisos nas capas de revistas de saúde e boa forma). Desde então passei a trucida-los em meus pratos com meus garfos, minhas facas e meus carboidratos.
Ao fim da entrevista, e do filme, lembrei que, dias atrás, meu filho de um ano e um mês provocou uma avalanche de ansiedades entre adultos saudáveis ao ser flagrado com a boca suja de chocolate em uma foto no Facebook. Houve gente que chegou a questionar nossa coragem de dar a ele algo tão condenável. Só então entendi o que Fernando Pessoa escreveu na suaTabacaria: “Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates”.


Sensacional né? Espero que tenham gostado...

Beijinhos!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© BL Design - 2014/2016. Todos os direitos reservados.
Codificado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo